A parceria gerou 10 vagas de emprego temporárias para pessoas em situação de rua em São Carlos.

A gente aqui na Fluke acredita muito que o poder das organizações de mudar o mundo é gigante. Sabemos também que não estamos aqui só pelo lucro, nem somente pela telefonia - criamos a Fluke porque um propósito maior nos movia também: o de transformar vidas através do nosso trabalho. Por conta disso, nós da Fluke e o projeto Se Mudando nos unimos para proporcionar oportunidades de trabalho para a população em situação de rua.

Viemos de uma cidade pequena no interior de São Paulo (São Carlos) cuja diversidade, autonomia e a tecnologia inspira a todos que passam por lá. Com isso, desde 2020, nos desenvolvemos em time e expertise para hoje conseguir impactar o nosso entorno.

De acordo com estimativas do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a população em situação de rua no Brasil era de quase 222 mil pessoas em março de 2020. Em São Carlos, o contingente é de 250 pessoas nessas condições, de acordo com o censo do município de 2019. A tendência desses números, infelizmente, tem sido de crescimento por conta das complicações causadas pela pandemia.

Mas o que o Se Mudando faz?

Para contextualizar, o Se Mudando foi fundado em 2018 com o propósito de reinserir pessoas com trajetória de rua de forma plena na sociedade. Para isso, o grupo, hoje aplica um programa de moradias permanentes, baseado na metodologia Rapid Re-Housing.

Basicamente, o método conta com uma série de ações do Se Mudando para que os assistidos desenvolvam autonomia e tenham uma maior qualidade de vida. São elas: aluguel de casas individuais, apoio médico e psicológico, visitas regulares e reinserção no mercado de trabalho de São Carlos. Caso queira auxiliar o Projeto Se Mudando a continuar fazendo a diferença, o instituto possui uma página na plataforma Apoia-se para doações em qualquer valor.

O que a Fluke e o Se Mudando esperam gerar?

No geral, a parceria entre a Fluke e o Se Mudando busca oferecer 10 oportunidades de trabalho para a população em situação de rua em São Carlos. Ao longo de 6 semanas, essas 10 pessoas assistidas irão realizar todo o processo de embalagem dos chips da Fluke.

Assim sendo, a parceria entre Fluke e o projeto Se Mudando busca gerar impacto positivo na vida das pessoas em situação de rua que poderão se integrar profissionalmente durante o período de 1 mês e meio. Dentre esse impacto positivo, gerar Rotina, Responsabilidades e Renda na vida dessas pessoas é o maior indicador da transformação que podemos fazer nessas vidas - e com essa parceria, isso está sendo possível.

A responsabilidade da Fluke e as empresas humanizadas

Ao longo de 2020, foram coletadas respostas de mais de 30 mil pessoas para o relatório Empresas Humanizadas. Realizada pela startup Humanizadas com o apoio do Instituto Capitalismo Consciente Brasil (ICCB), a pesquisa aponta métricas para medir o impacto positivo de empresas do Brasil.

No geral, a metodologia consiste em avaliar a relação das entidades com os seus colaboradores, investidores e lideranças internas. Ainda, o estudo mensura o cuidado com consumidores, parceiros, meio ambiente e sociedade.

Mais do que uma das maiores operadoras virtuais do Brasil, com distribuição de chips em 12 estados brasileiros e cobertura nacional, a Fluke também busca se consolidar como uma empresa que cuida de pessoas.

Isso significa que a empresa surgiu em meio a uma transformação social e cultural entre a indústria e a sociedade e tem como fundamento adotar uma postura mais ética, plural, sensível e informativa com os seus clientes.

Dessa forma, a Fluke busca se consolidar no presente através do respeito e fazer parte da construção de um melhor futuro para o setor de telefonia móvel e para o mundo como um todo. Acima de tudo, entendemos que a nossa responsabilidade é fazer a diferença e gerar impacto positivo.